Simpósio de Oncobiologia divulga balanço do evento em 2021



O Simpósio de Oncobiologia completou 15 edições em 2021. A trajetória do evento começou, em 2007, quando o Programa de Oncobiologia realizou o seu primeiro evento anual, no Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UFRJ. De lá pra cá foram 15 anos de realização ininterrupta do evento, que reune especialistas que se dedicam ao estudo de diferentes aspectos da biologia do câncer.


Para resistir à pandemia e se transformar em um evento 100% online, o Simpósio de Oncobiologia precisou se adaptar. Em 2020 investiu em uma nova identidade visual (logomarca), novo website e uma plataforma exclusiva de inscrições, submissão e apresentação de trabalhos. Nesta 15ª edição, o evento tirou proveito da repaginação digital ocorrida no ano anterior e repetiu o sucesso da sua primeira versão online.


Com transmissão ao vivo pelo Zoom e uma plataforma interativa dedicada à discussão dos trabalhos, o XV Simpósio de Oncobiologia foi realizado de 8 a 10 de novembro de 2021. Ao todo, 07 (sete) especialistas do Reino Unido, Itália, Estados Unidos e Portugal palestraram durante os três dias do evento. O caráter virtual do Simpósio permitiu que o evento tivesse uma programação que privilegiasse as conferências internacionais. Um comitê avaliador selecionou os melhores trabalhos de cada categoria para serem apresentados na grade da programação oficial do evento, juntamente com as palestras do exterior.


Graças ao empenho de todos esse ano tivemos palestras com temas bem diversificados em oncobiologia e que passearam por diferentes aspectos da biologia tumoral” - observou Robson Monteiro (IBqM| UFRJ), coordenador do Programa de Oncobiologia, ressaltando que nesta 15ª edição, a Comissão Organizadora foi formada por profissionais que integram os diferentes Núcleos do Programa e também por pesquisadores associados, coordenadores de grupos de pesquisa integrantes da rede.



Programação Internacional


Dr. Antonio Sica, do Humanitas Clinical and Research Center (Itália), ministrou a palestra de abertura do evento. Em sua conferência, o especialista em inflamação e câncer, abordou o papel das células mielóides na progressão tumoral.


Para combater o inimigo, é necessário conhecê-lo. Você conhece os mecanismos de imortalização das células cancerosas? Foi este olhar que Dra. Paula Soares da Universidade do Porto (Portugal) trouxe para Simpósio de Oncobiologia 2021. Seu grupo foi pioneiro na identificação de mutações nos promotores de BRAF e TERT, se tornando a equipe mais citada mundialmente no contexto da carcinogênese tireoidiana.

Quais são os mecanismos de progressão de gliomas difusos? O Dr. Daniel Brat, professor de patologia experimental e neuropatologia da Northwestern Universit (EUA) trouxe respostas para esta e outras perguntas. Especialista em biologia celular e genômica de tumores do sistema nervoso central, Dr. Brat é coordenador de um laboratório de pesquisa básica e translacional que investiga os mecanismos de progressão do glioma, incluindo as contribuições da hipóxia, genética, microambiente tumoral e células-tronco.





Dr. Andrew Sharrocks, da Universidade de Manchester, no Reino Unido, abriu os trabalhos do segundo dia do Simpósio de Oncobiologia 2021. Sua conferência abordou a reprogramação e regulação de genes não-codificantes no câncer de esôfago.


Como a imunoterapia pode colaborar para o nosso organismo reconhecer antígenos virais e tumorais? Para tratar do tema, a Dra. Cliona Rooney, da Baylor College of Medicine (EUA) apresentou resultados de suas pesquisas para o desenvolvimento de células T universais modificadas geneticamente para reconhecerem antígenos presentes em linfomas.


Imagine publicar mais de 500 artigos, sendo 50 só nos últimos 12 meses! Dr. Fergus Couch, da Mayo Clinic Cancer Center (EUA), é uma referência em sua área de pesquisa. Em sua conferência no Simpósio de Oncobiologia 2021 apresentou estudos que visam entender como as alterações genéticas influenciam o desenvolvimento do câncer de pâncreas e de mama, de forma a desenvolver métodos para a predição do risco de desenvolvimento de câncer e consequente prevenção.


Encerrando o ciclo de palestras internacionais do evento, a Dra Rita Fior, pesquisadora da Champalimaud Foundation (Portugal), apresentou sua linha de pesquisa voltada para o uso do zebrafish como modelo experimental para o estudo de diferentes aspectos da biologia tumoral.




Conheça as estatísticas do XV Simpósio de Oncobiologia 2021


243 inscritos

7 palestrantes internacionais

5 sessões de trabalhos orais

100 trabalhos apresentados

46 avaliadores de diferentes instituições


Em 2021, o XIV Simpósio de Oncobiologia recebeu 289 inscrições, apresentou 07 palestras de renomados pesquisadores do exterior e 05 sessões orais de trabalhos selecionados. Na plataforma de exibição de trabalhos foram apresentados 100 resumos, em 08 diferentes áreas da biologia do câncer, que foram avaliados por 46 pesquisadores de diferentes instituições. Destes 100 trabalhos, 14 foram selecionados para sessão oral do evento e 09 foram premiados ao final do evento.



Veja a lista trabalhos premiados: www.simposiooncobiologia.com.br/premiação



Inovação na Sessão Virtual de Posteres



Nos eventos presenciais esta parte da programação era chamada de “Sessão de Pôsteres”. Com o advento dos eventos remotos, a sessão dedicada a apresentação dos trabalhos dos alunos passou a ser mais dinâmica e interativa. E até mais sustentável… se pararmos pra pensar que não é mais necessário imprimir os banners!


Após a exibição de palestras e apresentações orais, a programação do Simpósio de Oncobiologia 2021 saiu do Zoom e foi para a plataforma Galoá Proceedings Science. Lá os participantes do evento puderam possível baixar os resumos, assistir aos vídeos das apresentações e enviar perguntas aos autores, que permanecem online para responder, em tempo real, às perguntas recebidas pelo chat.


O mais interessante desta sessão virtual de apresentação de trabalhos é que todo o bate-papo fica registrado na plataforma. Para o participante, é como se ele fosse onipresente, pois consegue ficar a par das discussões de todos os trabalhos - algo impossível na sessão de pôster de um evento presencial. Em termos de busca e catalogação da informação, a plataforma ainda apresenta a vantagem de possibilitar realizar pesquisas por autor, título do trabalho, palavras-chave, categoria e área temática. Disponibiliza ainda quatro formas para citar os trabalhos (ABNT, ISO, APA e Vancouver).



Possibilidade de Evento Híbrido em 2022


Para o Simpósio de Oncobiologia 2022 espera-se que, com o advento da vacina contra a Covid-19 e o controle da pandemia, seja possível a realização de um evento híbrido, que permita a interação entre o formato tradicional do evento e o remoto” - sinalizou o coordenador do Programa de Oncobiologia, Prof, Robson Monteiro, em sua fala de encerramento do evento.



XV SIMPÓSIO DE ONCOBIOLOGIA 2021


Realização: Programa de Oncobiologia

Patrocínio: Faperj e Fundação do Câncer

Apoio: IBqM, Fiocruz e UFRJ

Site do evento, Mkt e Design: Fernando Gameleira (Commutare)

Plataforma de inscrições e apresentação de trabalhos: Galoá

Transmissão ao vivo: Vice-presidência de Pesquisa e coleções biológicas da Fiocruz

Comissão Organizadora: Robson Monteiro, Gabriela Nestal, Martin Bonamino, Marcelo Alex, Claudia Mermelstein, Etel Gimba, Lúcia Beatriz Torres e Paulo Roberto Lira


Site do evento: www.simposiooncobiologia.com.br

Plataforma de apresentação de trabalhos: https://proceedings.science/xv-so-2021

Redes sociais: www.facebook.com/simposiodeonco (facebook)

www.instagram.com/oncobio_simp/ (instagram)




Por Lúcia Beatriz Torres, Jornalista de Ciência, responsável pelo Núcleo de Divulgação do Programa de Oncobiologia