Pesquisadores do Programa de Oncobiologia vencem Prêmio Mário-Silva Neto


Duas teses orientadas por pesquisadores associados ao Programa de Oncobiologia foram agraciadas com o Prêmio Mário-Silva Neto, para escolha da melhor tese de doutorado defendida em 2021, no Programa de Pós-graduação em Química Biológica do Instituto de Bioquímica Medica Leopoldo de Meis (IBqM) da UFRJ.


Como critério de seleção, a Comissão avaliadora levou em consideração a qualidade da tese defendida (apresentação e estrutura), o quantitativo e qualitativo da produção científica derivada da tese e a originalidade do trabalho e caráter de inovação. Ao todo 10 teses foram selecionadas para concorrer ao Prêmio. O resultado foi divulgado no dia 5 de abril de 2022.


Por unanimidade, os membros da Comissão indicaram ao Prêmio de melhor tese o trabalho desenvolvido por Marco Antonio Lacerda Abreu, intitulado "Efeito do fosfato inorgânico (Pi)extracelular no microambiente do câncer de mama: Produção, transporte, transdução do sinal e uma possível correlação com metástase". A tese teve orientação do Prof.º José Roberto Meyer Fernandes (IBqM | UFRJ).


Como premiação o aluno receberá um e-book ou um livro impresso da última edição de "Integrative Human Biochemistry. A textbook for Medical Biochemistry" da Poian e Castanho. A tese vencedora também terá o privilégio de ser indicada pelo Programa de Pós-graduação em Química Biológica ao edital da CAPES, para concorrer ao Prêmio CAPES de Tese - Edição 2022.


Avaliada como a segunda melhor tese do Programa de Pós-graduação em Química Biológica (IBqM | UFRJ), a Menção Honrosa do Prêmio foi concedida à aluna Mayra de Amorim Marques pela defesa de tese intitulada "Variantes patogênicas da Troponina C cardíaca: elucidação dos mecanismos bioquímicos e estruturais que desencadeiam cardiomiopatias". O trabalho foi orientado pelos Professores Jerson Lima e Guilherme de Oliveira, do IBqM | UFRJ.


A Comissão avaliadora do Prêmio Mário-Silva Neto foi formada pela Profa Georgia Correa Atella, Profa Mariana Sá Pereira e Prof. Gustavo da Costa Ferreira, do IBqM | UFRJ. A premiação é uma homenagem a Mário Alberto Cardoso da Silva Neto, professor e ex-diretor do IBqM (2011-2014), falecido no ano de 2017, aos 50 anos, em decorrência de um tumor.



Por Lúcia Beatriz Torres, jornalista de Ciência, responsável pelo Núcleo de Divulgação do Programa de Oncobiologia.