top of page

Proteína niscarina e seu papel no câncer de mama

O seminário de oncobiologia de dezembro recebeu o bioquímico Suresh Alahari, da Louisiana State University School of Medicine in New Orleans. O pesquisador veio falar sobre uma proteína chamada niscarina (nischarin, em inglês), descrita e estudada por ele a mais de 20 anos, e sua relação com o câncer de mama. O grande objetivo do pesquisador é desenvolver uma nova linha de tratamento.


Em sua apresentação, o cientista compartilhou o resultado de diversos experimentos in vitro e in vivo que mostram que a proteína niscarina tem a sua expressão reduzida em amostras de pacientes com câncer de mama. Achados similares foram feitos com linhagens tumorais humanas.


O grupo liderado pelo Dr. Alahari busca compreender os mecanismos celulares e bioquímicos que levam a nischarina a inibir a progressão do câncer, e também a relação da niscarina com outras proteínas envolvidas na progressão tumoral. Os testes com animais reforçam a hipótese do grupo. Os pesquisadores manipularam o DNA de camundongos e silenciaram o gene que codifica a niscarina, uma técnica genética conhecida como nocaute. O cruzamento desses animais nocaute com animais PYMT - que desenvolvem tumores de mama espontaneamente - confirmaram que a niscarina contribui para a agressividade tumoral e que a queda na sua expressão aumenta o crescimento e a disseminação dos tumores de mama em camundongos.


Estes resultados também levaram os pesquisadores a testar uma nova hipótese: a de que a substância metformina, um remédio usado para diabetes, poderia ser uma forma de tratamento para pacientes de câncer de mama com baixa expressão da proteína niscarina. Após desenvolverem tumores de mama, os cientistas ministraram a metformina aos animais, e acompanharam os resultados, que demonstram que a substância foi capaz de reduzir a progressão do câncer e a metástase.

Os estudos coordenados pelo professor Suresh Alahari são realizados nos Estados Unidos, e ainda estão na fase pré-clínica. De acordo com ele, outras pesquisas, em diferentes países, estudam o papel da niscarina em outros tipos de câncer.




Por Rosa Maria Mattos, jornalista de Ciência, responsável pelo Núcleo de Divulgação do Programa de Oncobiologia.

bottom of page