top of page

Oportunidades para Mulheres na Ciência - Premiação L'Oreal e Edital Faperj

Atualizado: 3 de jul. de 2023



As mulheres têm menos acesso a oportunidades na ciência. Essa foi a conclusão de um relatório publicado, no ano passado, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em parceria com o British Council, sobre a desigualdade de gênero na área de ciência e pesquisa na América Latina e Caribe. Apesar do crescimento da participação das mulheres na ciência, elas seguem como minoria absoluta. Com o objetivo de reduzir essa disparidade, a L'Oreal e a Faperj abriram inscrições para dois programas que visam valorizar o papel das mulheres na Ciência.



Inscrições abertas para a 18ª edição do programa "Para Mulheres na Ciência"


Estão abertas as inscrições para o programa "Para Mulheres na Ciência", que este ano chega a sua 18ª edição no Brasil e completa 25 anos no mundo. Realizado pela L´Oréal, em parceria com a Unesco no Brasil e a Academia Brasileira de Ciências (ABC), o prêmio tem como objetivo promover e reconhecer a participação da mulher na ciência, favorecendo o equilíbrio dos gêneros no cenário brasileiro.


Todo ano, na edição local, sete jovens pesquisadoras das áreas de Ciências da Vida, Ciências Físicas, Ciências Químicas e Matemática são contempladas com uma bolsa-auxílio de R$ 50 mil cada, para dar prosseguimento aos seus estudos. As inscrições vão até o dia 16 de julho e as vencedoras serão conhecidas no segundo semestre deste ano.


Para participar, é necessário que a candidata tenha concluído o doutorado a partir de 01/01/2015, sendo que, para mulheres com um filho, o prazo se estende por mais um ano e, para quem tem dois ou mais filhos, o prazo adicional será de dois anos.

Além disso, a cientista deve ter residência estável no Brasil, desenvolver projetos de pesquisa em instituições nacionais, entre outros requisitos. Mais informações sobre o programa estão disponíveis no site.


Ao longo de 18 anos, o programa já reconheceu e incentivou 117 cientistas brasileiras, premiando a relevância dos seus trabalhos, com a distribuição de mais de R$ 5.1 milhões em bolsas-auxílio. Duas pesquisadoras líderes de grupos do Programa de Oncobiologia já foram agraciadas com o "Prêmio Para Mulheres na Ciência", Lúcia Mendonça Previato (2004) e Gabriela Nestal de Moraes (2017). Acesse a matéria para saber mais sobre a pesquisa destas vencedoras.


Confira abaixo o regulamento



"Jovens Cientistas Mulheres" ganha fomento de R$ 13 milhões da FAPERJ


A FAPERJ lançou no dia 11 de maio o “Programa de Apoio à Jovem Cientista Mulher com vínculo em Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) do Estado do Rio de Janeiro”. O edital, que irá contar com recursos de R$ 13 milhões, é uma chamada exclusiva para jovens cientistas mulheres e visa apoiar projetos científicos de excelência, com metodologias inovadoras com foco, preferencialmente, à criação de novas linhas de pesquisa, liderado por jovens cientistas mulheres em Instituições sediadas em território fluminense. O apoio será concedido na forma de Auxílio à Pesquisa às jovens pesquisadoras mulheres com expressiva contribuição na sua área de atuação, com vínculo empregatício ou funcional com ICTs localizadas no Estado do Rio de Janeiro e com menos de 12 anos de doutoramento. Os recursos financeiros poderão ser utilizados para o estabelecimento e melhoria de infraestrutura, e para despesas de custeio previstas nos projetos de pesquisa apresentados. Nessa nova chamada, exclusiva para "Jovens Cientistas Mulheres", serão contemplados ao menos 15 propostas, cinco para cada um dos Colégios estabelecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes): (1) Ciências da Vida, (2) Humanidades e (3) Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar. Cada proposta poderá receber auxílio de até R$ 700 mil (incluindo bolsas de Iniciação Científica). Confira abaixo o edital na íntegra:

bottom of page